• Verso em Espanhol
  • RSS

Coleta seletiva é tema de palestra do Consulado da Mulher na Sipat/MA

16/08/2012

Coleta seletiva é tema de palestra do Consulado da Mulher na Sipat/MA

por Consulado da Mulher

O Consulado da Mulher participou, em julho, da Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho e Meio Ambiente, a Sipat/MA. Realizada pela Cromex, o evento aconteceu entre os dias 16 e 20 e teve como objetivo promover o debate de temas como saúde, segurança e meio ambiente entre os colaboradores da empresa.

No começo do ano, o Consulado e a empresa, que é líder no segmento de masterbatches (pigmentos ou corantes) de cores e aditivos para plásticos, fecharam uma parceria com foco em coleta seletiva. O objetivo é que a ação promova a reciclagem e a destinação correta de resíduos sólidos, a geração renda e, consequentemente, a melhoria da qualidade de vida de catadores(as) de materiais recicláveis.

Em parceria com a Cromex, o Consulado assessora 5 postos de coleta seletiva em São Paulo: quatro em Diadema (Posto Chico Mendes, Cooperlimpa, Posto Vila Popular e Posto Nova Conquista) e 1 no Jardim Pantanal (Cooperativa Nova Esperança). Ao todo, são 73 assessorados na área de coleta seletiva e reciclagem, sendo a maioria composta por mulheres.

Representando o Consulado, a educadora Louise Assumpção foi responsável por abordar a importância da coleta seletiva em todos os setores da sociedade. Durante a palestra, a catadora de materiais recicláveis do Posto Chico Mendes, Luciana Maria da Silva, exemplificou aos colaboradores como a atividade pode transformar vidas e promover a inclusão social de milhões de brasileiros, valorizando seu saber como profissional da reciclagem, que garante o sustento de sua família por meio desta função.

Para o Técnico de Segurança do Trabalho da empresa, Hugo Leonardo Ferreira, a palestra alcançou seu objetivo principal: o de conscientizar os colaboradores. Segundo ele, muitos funcionários elogiaram o debate, tendo um depoimento chamado sua atenção em especial. “Uma colaboradora me disse que, ao chegar em casa depois da palestra, tomou um iogurte e, na hora de descartar o frasco plástico, lembrou da Luciana”, conta. “Ela me disse que se sensibilizou ao jogar aquele frasco no lixo comum, já que aquele material poderia ser o sustento de alguém.”

 

 

Compartilhe:
  • Digg
  • StumbleUpon
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Google Buzz
  • Live
  • MySpace
  • Technorati
  • email
  • Print